Sexta, 09 de novembro de 2018.

Quatro Barras (PR) e Bauru (SP) são exemplo em eventos artístico-culturais

Compartilhe:

Facebook

BauruAo longo dessa semana, em razão do Dia Nacional da Cultura, comemorado na segunda-feira, 5 de novembro, a área técnica de Cultura da Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou boas práticas municipais na área de cultura, em diversas possibilidades de atuação. As iniciativas inspiradoras são promovidas nas cinco regiões do Brasil, e servem de exemplo aos demais gestores locais.

Finalizando a semana comemorativa, hoje é a vez de dois Municípios, um do Sul e outro do Sudeste, que têm algo em comum: realizar eventos artístico-culturais que têm o potencial de impactar, positivamente, a vida das suas respectivas populações.

Quatro Barras (PR)
A primeira boa prática foi realizada pela primeira vez neste ano, no Município de Quatro Barras (PR): o “I Festival de Filmes Estudantis (FestMovie)”, coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cultura.

A iniciativa foi dividida em duas etapas. Durante os meses de agosto e setembro de 2018, houve a divulgação do projeto junto aos estudantes das escolas públicas municipais e estaduais, o que contou com a colaboração dos professores de artes dessas instituições de ensino, bem como da Secretaria Municipal de Educação. A seleção dos curtas-metragens, por sua vez, foi feita pelo Conselho Municipal de Política Cultural.

No dia 30 de outubro, foi realizado o festival de cinema, que exibiu mais de dez produções audiovisuais autorais de alunos do Município, em três categorias: documentário, animação e tema livre. Cada uma teve a duração de três minutos e abordou temas variados, como o do Setembro Amarelo: a prevenção do suicídio; que deve ser debatida junto à juventude.

Os estudantes que tiveram seus curtas-metragens selecionados receberam o Troféu Serelepe, que prestigia iniciativas culturais no Município. "O ponto alto do evento foram as produções dos alunos, que estiveram diretamente envolvidos com a montagem de roteiros, encenação, direção, enfim, todas as etapas", afirmou o diretor Municipal de Cultura de Quatro Barras, Enéas Ribeiro Corrêa.

Na mesma ocasião, ocorreu exibição de filme rodado integralmente no Município e financiado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o “S.O.S”; e bate-papo com profissionais do segmento do audiovisual, informando os estudantes sobre a atuação profissional na área dessa linguagem artística. Agora, o projeto integra o calendário cultural do Município.

BauruBauru (SP)
No Município paulista de Bauru, vem sendo executada, anualmente, desde 1995, a “Mostra de Arte sem Barreiras”, que ocorre todo mês de outubro, conforme determina a Lei Municipal 5.089/2004, que incluiu o evento no calendário oficial do Município.

A iniciativa é realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e de entidades que atuam em prol de pessoas com deficiência no Município, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bauru, a Associação de Pais para a Integração Escolar da Criança Especial (Apiece) e o Lar Escola Santa Luzia para Cegos.

A cada edição, firmam-se novas parcerias. Em 2018, o Grupo de Pesquisa Mídia Acessível e Tradução Audiovisual da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Bauru, esteve junto a iniciativa municipal.

A mostra tem como objetivo valorizar a produção artística e promover a inclusão das pessoas com deficiência por meio da arte. Além de apresentações artísticas – nas quais as pessoas com deficiência são as protagonistas -, a mostra também incentiva a discussão e a formulação de políticas públicas que respeitem a diversidade e promovam a inclusão socioeconômica desse grupo social.

Durante esses mais de 20 anos de mostra, o Município de Bauru recebeu dezenas de atividades das mais diversas linguagens artísticas, oriundas de diferentes partes do Brasil, e recepcionou centenas de artistas que, ao se apresentarem, contribuíram para a quebra de paradigmas sobre a “capacidade” e a “limitação” de pessoas com deficiência.

Versatilidade
Dentre as atividades estão shows musicais, espetáculos teatrais, apresentações de dança, exibição de filmes, exposições de artes visuais, bem como palestras, mesas redondas e oficinas. São realizadas em diferentes equipamentos culturais como escolas, praças, Teatro Municipal Celina Lourdes Alves Neves e a Galeria Municipal Angelina Waldemarin Messemberg.

“Acreditamos que a iniciativa tem gerado impacto ao longo dos anos na população, tanto que, a cada nova edição, mais público comparece e participa dos eventos. O destaque fica com os estudantes da rede municipal de ensino. A participação das crianças e jovens não apenas como espectadores dos espetáculos, mas, também, como debatedores com os palestrantes, tem se mostrado de grande importância no desenvolvimento da inclusão e na diminuição do preconceito”, destaca a diretora de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Susana Godoy.

Mais que entretenimento
A área técnica de Cultura da CNM destaca essas iniciativas como eventos artístico-culturais que não se limitam à dimensão do entretenimento – que também é fundamental em nossas vidas -, ao conseguirem, mesmo quando realizados pela primeira vez, contribuir para a promoção do conhecimento, do reconhecimento e do fomento às diferentes perspectivas culturais que são comprometidas com o respeito, a solidariedade e a alteridade. Assim, essas atividades possibilitam o rompimento de estereótipos e de preconceitos e ampliam o repertório de conhecimento dos cidadãos.

As boas práticas de hoje trabalham a transversalidade da Cultura, impactando, positivamente, em outros setores de política públicas do Município como educação, assistência social e saúde.

Saiba Mais
Confira a programação da 24ª Mostra Arte Sem Barreiras, realizada em 2018. 

As iniciativas também contribuíram para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 3, 4, 10, 16 e 17.

 09112018 ODS Culturais 

 

 

E o seu Município, tem alguma boa prática de evento artístico-cultural? Compartilhe conosco!

Para saber como a CNM pode ajudar a sua gestão cultural, acompanhe o trabalho da entidade através do site www.cultura.cnm.org.br ou entre em contato por meio do e-mail cultura@cnm.org.br e do telefone (61) 2101-6053.


Foto: Divulgação
Da Agência CNM de Notícias

© Copyright 2018 Confederação Nacional de Municípios. Todo conteúdo do site pode ser reproduzido, desde que citada a fonte